Aprender a salvar vidas

dig
sdr

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), organismo do Ministério da Saúde responsável por coordenar o funcionamento, no território de Portugal Continental, de um Sistema Integrado de Emergência Médica esteve na nossa escola no dia 19 de março para dinamizar uma sessão de “Masstraining” destinada aos alunos do 9º ano.

Os técnicos do INEM tinham por objetivo capacitar os nossos alunos de competências básicas no que diz respeito ao suporte básico de vida, designadamente ao nível de técnicas de socorros primários, desobstrução das vias aéreas e suporte básico de vida em caso de paragem cardiorrespiratória.

A ação decorreu em pequenos grupos para colocarem em prática as técnicas abordadas durante a formação.

Os técnicos presentes ficaram agradavelmente surpreendidos com o interesse e empenho dos alunos.

Biblioteca Humana

No passado dia 18 de março, o nosso Agrupamento comemorou o Dia Mundial da Luta Contra o Cancro, com a atividade “Biblioteca Humana” destinada aos alunos do 9º ano.

A “Biblioteca Humana” permitiu a todos os participantes “ler livros interativos”, mas as palavras vieram diretamente de pessoas, que se voluntariaram para contar as suas histórias. Os livros disponíveis agruparam-se em quatro categorias: sobrevivente da doença oncológica, investigador na área do cancro, técnica de patologia clínica e voluntário na área do cancro.

A atividade permitiu aumentar a compreensão da doença oncológica, desenvolvendo as crenças funcionais sobre a mesma.

 

O Agrupamento de Escolas de Abação comemorou no dia 18 de março o Dia Mundial da Luta Contra o Cancro, com a atividade “Biblioteca Humana” com os alunos de 9 ano.

A atividade contou com a presença de uma sobrevivente, uma psicóloga e de uma voluntaria todos envolvidos com a problemática da doença oncológica. Esta atividade consistiu nos relatos das suas experiências pessoais com a problemática do cancro. Os alunos tiveram a oportunidade de questionar os “Livros Humanos” e esclarecer as suas dúvidas sobre a doença.

A atividade correspondeu às espectativas dos participantes e dos organizadores, para o ano cá estaremos.

21 de março 2019 – Dia Mundial da Árvore

Aqui ou em qualquer lugar
Todos, dela, vão sempre precisar.

A comemoração do Dia da Árvore teve como objetivo principal a consciencialização e respeito pela preservação desse bem tão precioso. A  árvore, grande símbolo da natureza, é uma das mais importantes riquezas naturais que possuímos. Por isso quisemos contribuir para a preservação desta riqueza natural reflorestando uma área de cerca de 1000 m2 prevista para o efeito no projeto apresentado no Eco Parlamento e no Eco-Escolas. Para alcançar o objetivo contámos com a ajuda de todas as turmas, alunos de Educação inclusiva, Professores e Técnicos auxiliares que plantaram uma árvore autóctone por grupo/turma. De salientar que as árvores e arbustos foram gentilmente cedidos  pelos viveiros  da Câmara Municipal de Guimarães

Juntos, iremos conseguir recuperar as nossas florestas, impedindo que continuem a ser destruídas, deixando de colocar em risco toda a vida na Terra como a conhecemos.

Por último, o dia 21 de março deve ser visto como um dia de reflexão sobre as nossas atitudes em relação a essa importante riqueza natural. Este dia é muito mais do que o ato simbólico de plantar uma árvore e deve ser encarado como um momento de mudança de postura e consciencilização de que os nossos atos afetam as gerações futuras.

Abação abraça o Projeto “Jovens Detetives Ambientais”.

Durante a semana de 11 e 15 de março, o átrio junto à sala do aluno recebeu uma Exposição sobre o Tema Rios e Ribeiros, disponibilizada pela ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável, no âmbito do Projeto IZ – Jovens Detetives Ambientais.

A Associação Zero colocou em marcha o Projeto iZ – Jovens Detetives Ambientais, no qual os alunos do Clube da Ciência e da turma 6º A irão participar e que lhes permitirá conhecerem em pormenor os rios e ribeiras que lhe estão mais próximos, através de uma “investigação ambiental”.

Alunos de Abação participaram na Ação de Limpeza do Rio Selho!

Vários quilos de resíduos deixaram de estar nas margens do Rio Selho, com a participação enérgica dos alunos de Abação na Ação de limpeza que assinalou o dia 14 de março – Dia Internacional de Ação pelos Rios. Esta atividade organizada pelo Laboratório da Paisagem, pretendeu sensibilizar e consciencializar os alunos para a preservação do ambiente, em especial dos rios, na defesa da biodiversidade, transmitindo a importância e valorização das linhas de água urbanas.

Observação de aulas para progressão ao 3.º ou 5.º escalão

Exmo.(a) Sr.(a) Diretor(a)

Na sequência de alguns pedidos de esclarecimento remetidos a esta Direção-Geral por parte de docentes dos 2.º e 4.º escalões, bem como por parte de diretores de AE/ENA e de diretores de CFAE, cumpre informar que, sendo a observação de aulas um requisito obrigatório para acesso aos 3.º e 5.º escalões (cf. alínea b) do n.º 1 do artigo 18.º do Decreto Regulamentar n.º 26/2012, de 21 de fevereiro), esta não carece de qualquer requerimento.

O DR n.º 26/2012 apenas refere a obrigatoriedade da apresentação do referido requerimento na alínea c) do n.º 1 do artigo 18.º, para obtenção da menção de Excelente, sendo a estes docentes que se refere o n.º 2 do artigo 10.º do Despacho Normativo n.º 24/2012, de 26 de outubro.

Desta forma, os diretores dos AE/ENA devem articular com os coordenadores da bolsa de avaliadores externos, de forma a que sejam desencadeados todos os procedimentos para atribuição de um avaliador externo aos docentes nesta situação, sempre que necessário.

Maria João Ferreira
Diretora de Serviços de Gestão Recursos Humanos e Formação
DGAE – Direcção-Geral da Administração Escolar
Av. 24 de Julho, nº 142, 1399-024 Lisboa
Telefone: 21 39 38 600

Viagem ao mundo dos perfumes…

No dia 06 de março de 2019, os alunos do 8ºA foram à Universidade do MInho, ao Departamento de Química para  uma curta viagem pelo fantástico mundo dos perfumes.
Após algumas curiosidades “improváveis”, foram abordadas as essências do ponto de vista das suas estruturas químicas, onde surgem os compostos orgânicos, designadamente hidrocarbonetos, álcoois, aldeídos, cetonas, ácidos carboxílicos e ésteres. Os alunos isolaram  óleos essenciais (essências) a partir de matérias-primas naturais obtidas de animais, frutos, vegetais e naturalmente flores, por diversas técnicas, incluindo destilação e extração com solventes são abordadas. Foi efetuada a associação entre essas essências e os perfumes que usamos.
Os alunos criaram a sua própria fragância…
Houve química no ar…😊
Para além desta atividade os alunos realizaram uma visita guiada aos laboratórios de investigação do Departamento de Química da Universidade do Minho e assistiram a uma palestra sobre os cursos onde a Química se4 destaca
A atividade foi dinamizada e acompanhada pela Doutora M. Sameiro Gonçalves e pelo Doutor Gil Fortes.